[Resenha] Inferno - Dan Brown


Avaliação: 3/5
Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.
Este livro foi uma cortesia da Editora Arqueiro.

Dan Brown já é um autor conhecido. Qualquer pessoa menos esclarecida quanto ao mundo literário já ouviu falar em O Código da Vinci, mesmo que ache que é só um filme. A fama do autor de criticar a Igreja Católica já havia chegado aos meus ouvidos, então foi bem difícil começar a leitura totalmente livre de pré-julgamentos.

Gente, é o seguinte. Esse livro tem tantas veredas que é difícil dar uma visão geral sem entregar alguma coisinha da estória. Por isso, vou me ater a coisas que não comprometam os mistérios do livro. Inferno vai falar sobre a história do professor Robert Langdon, um simbologista, que acorda em um hospital com uma moça loira ao seu lado e um médico, que apenas momentos depois, é baleado. Dizem que durante o seu sono conturbado, ele estava pronunciando as palavras "Very sorry, very sorry". Estes não são os únicos enigmas que Robert terá que enfrentar, enquanto corre pelas cidades históricas mais famosas do mundo, sempre embalado pelas linhas de A Divina Comédia, do famoso Dante. Ele começa a ser perseguido e a seguir pistas de alguém que ele não sabe quem é, sem poder confiar em nenhuma autoridade, mesmo estando em um país desconhecido. Vamos passar por Veneza, Florença, e outras cidades antigas - e lindas - do mundo.

Durante a leitura, cheia de elementos e cidades históricas, foi impossível não chegar no Cristianismo - especificamente, no Catolicismo. E a opinião de Dan Brown não podia ser mais parcial. O ataque, mesmo que "discreto", não passou despercebido aos meus olhos. E devo dizer que um livro, pra mim, é muito mais que seu enredo. É seu autor, seus valores, de tudo um pouco. E isto já foi um ponto negativo de Inferno para mim.

A leitura não foi tão fluida. Apesar de ser um livro bem do tipo "corrida contra o tempo", digamos que não foi tão corrido quanto eu gostaria. Demorei muito para ler. Passei uns cinco livros na frente, se não, nunca sairia do lugar. O que é fato é que cheguei nas últimas cento e poucas páginas, e, finalmente, as coisas começaram a andar. Ficou tudo mais interessante e dinâmico. É um livro cheio de reviravoltas, onde os personagens mudam de lado, viajam, descobrem.

Trecho com spoiler
Só acho estranho porque no livro, a superpopulação é vista como um problema. Não sei se apenas no livro, no seu contexto, mas se for algo que o autor realmente pensa... A superpopulação ainda é um problema tão alarmante? Considerando que a tendência entre os países é que as taxas de natalidade caiam, com as populações cada vez mais velhas (principalmente na Europa), será que este tema deveria gerar tanto alarde? Eu não sou expert no assunto, mas eu li algo sobre isso em outra resenha, e achei que deveria falar.
Fim do trecho com spoiler

O lado histórico do livro que é muito legal. Como eu já disse, a gente passa por várias cidades, então acaba viajando. E a maior parte delas são italianas, e eu sou completamente apaixonada pela Itália. Pra vocês terem uma noção, criei uma nova meta de vida (que normalmente são sobre visitar determinados lugares). O problema são as descrições, que acabei me perdendo um pouco. Se querem uma dica minha, eu diria pra você ficar com um computador ou aparelho com acesso à internet por perto, pra poder procurar no Google tais lugares e ter uma ideia melhor.

Santa Maria del Fiore, Florença
                                            
Depois dessa leitura, tive uma ideia melhor de ciência, História e mesmo de Literatura! Sim, por causa das referências à Divina Comédia, de Dante. E adivinhem? Agora eu quero ler A Divina Comédia! Espero que tenham gostado da resenha. O que vocês acharam? Já leram algo do Dan Brown?

Informações sobre o livro
Título: Inferno
Título original: Inferno
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro
Páginas: 448
Comprar: Cultura ♥ Fnac ♥ Submarino ♥ Saraiva
Adaptações cinematográficas: Protagonizada por Tom Hanks, a adaptação está prevista para 18 de dezembro de 2015. 


11 comentários:

  1. Eu já li dois outros livros do Dan Brown que são Anjos e Demônios e O Código da Vinci, que tem o Robert Langdon como personagem principal também. E pelo que eu li da sua resenha a história de Inferno é praticamente a mesma coisa dos dois outros livros, já que neles o professor Langdon tem que resolver um misterio que envolve o cristianismo com a ajuda de uma mulher bonita e inteligente que acaba se apaixonado por ele, acertei? Apesar disso eu gostei dos outros dois livros e fiquei com vontade de ler esse pelo menos como um passatempo já que eu sempre fico grudado aos livros dele querendo saber o que acontece no final.
    Adorei a resenha.

    Bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Samira, basicamente isso! Sendo que o Catolicismo não é o principal nesse livro, mas algumas críticas a ele se fazem presentes. Muito obrigada pelo comentário!

      Excluir
  2. Ooi!Adoro o seu blog e ficaria muito feliz se você visitasse o meu,faz isso por mim??
    Aqui está o link:http://umlivroemummilhao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ainda tenho que ler!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  4. Oi Clara, o Dan é bem parcial em suas opiniões sobre o catolicismo. Isso mme incomoda um pouco, mas se o enredo for bom e ágil tento deixar isso de lado. Do Dan li O Código Da Vinci e curti com algumas ressalvas, mas não tenho vontade de ler mais nenhum livro dele. Pode acontecer, mas por agora deixo passar.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu provavelmente não lerei mais nada dele.

      Excluir
  5. Oi Clara!
    Eu já li alguns livros do divo Dan Brown, mas esse ainda está na minha lista de livros para ler. Eu estou muito ansiosa, pois amei todos os livros dele que já li!
    Beijão e um ótimo 2014 para você!!

    Lay
    De Tudo um Pouquinho

    ResponderExcluir
  6. Oi adorei sua resenha...já tive a oportunidade de ler este livro e amei...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

© Incantevole, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena