[Resenha] Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancock

Atenção! Se você não quiser spoilers, não leia a sinopse. 


Avaliação: 5/5
Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.
Este livro foi uma cortesia da Editora Arqueiro.

Dançando sobre cacos de vidro foi um livro que trouxe muito mais que eu poderia imaginar. Pedi mais porque minha irmã é louca para ser psiquiatra, e quando eu disse a ela que a Arqueiro tinha lançado um livro que tinha um personagem bipolar, ela me mandou solicitar. E foi uma escolha muito boa, podem ter certeza. Obrigada, Ester!

Lucy estava em sua festa de 21 anos quando conheceu Mickey, que por acaso estava paquerando sua irmã. Foi uma atração instantânea. Ela deu seu número de telefone e ele nunca ligou. Um dia, ela estava na lanchonete do hospital e o avista. Voltaram a se falar, e uma conversa superficial levou a algo mais sério: Lucy descobre que Mickey tem transtorno bipolar. Daí, uma relação complexa e desafiadora começa, incluindo o fato de que não apenas Mickey tem uma luta para travar. Lucy tem o câncer de mama nos genes.

Chegando o momento que eu tenho que dizer o que achei da história, acho que resumiria dizer: eu amei. Ok, ok, tenho que falar mais sobre esse livro maravilhoso. Vamos ao primeiro ponto: Ka Hancock não era escritora. Ela, na verdade, é uma enfermeira com especialização em psiquiatria que escreveu seu primeiro livro. Sério, quem diria! Com uma capacidade de sensibilizar e transpôr sentimentos, ninguém acreditaria que ela é uma novata. 

O livro alterna entre o ponto de vista dos dois: Lucy e Mickey, o que é simplesmente perfeito, porque podemos entender o que se passa na cabeça de cada um. Sofremos pelo casal, torcemos por eles, e ainda queremos acreditar que de alguma forma as coisas tomarão outra direção. Eu sabia que bipolaridade era mais que simplesmente uma pessoa que fica mudando de humor - ter uma irmã aspirante à psiquiatra ajuda nisso -, mas com essa leitura, tive uma visão muito mais profunda: eu via pelos olhos não de um profissional, mas de alguém que passa pelas dificuldades do transtorno bipolar. Talvez nenhum livro de Medicina explicasse tão bem. Sério, Ka, você foi maravilhosa.

Gente, e esse enredo? É muito sofrimento! E é uma coisa que não é difícil de acontecer. Câncer de mama é muito comum nos dias de hoje, então a estória não se torna tão surreal. Lucy é uma personagem extremamente forte, não parecendo nem um pouco com Mickey, que tanto pela tristeza quanto pela doença, afunda cada vez mais. 

Dançando sobre cacos de vidro tem de tudo: drama, romance, amor familiar, amizade, amor maternal, o dilema da morte e lágrimas. Sem falar em um ponto que vai para a espiritualidade, já que a morte é uma realidade não tão distante para uma pessoa com câncer. Lucy, inclusive, tem a capacidade de enxergar a Morte. Quando aquele vulto se aproxima, ela sabe que tem alguém perto de morrer. Tudo bem que eu não compartilho inteiramente da mesma fé de alguns personagens, mas isso não foi um empecilho que me fizesse deixar de admirar esta obra. Afinal, eu também creio que as coisas não acabam quando morremos. Existe uma vida além, e suas ações durante a vida terrena vão determinar onde será essa vida.

Sério, leiam esse livro. Lindo, ensina sobre o amor: sobre permanecer juntos, mesmo nas adversidades. É disso que se trata. A perfeição não existe, não até o âmbito humano (com exceção de Jesus, Verdadeiro Deus e Verdadeiro Homem), e o casamento muito menos. É sobre lutar a cada dia, não desistir, porque se você casou com essa pessoa, é porque algum dia você a amou tanto que foi capaz não de ser cego ante aos defeitos dela, mas sim decidir que eles são mero detalhe comparados ao amor.

Acho que a resenha foi um pouco longa, mas o livro foi muito bom. Espero que tenham gostado! Não deixem de comentar!

Informações sobre o livro
Título: Dançando sobre cacos de vidro
Título original: Dancing on broken glass
Autora: Ka Hancock
Editora: Arqueiro
Páginas: 330
Comprar: Cultura - Fnac - Submarino - Saraiva
Adaptações cinematográficas: -




19 comentários:

  1. Olá =3.
    O livro não faz muito meu estilo, não curto muito temáticas assim. Mas o livro parece ser muito bacana para quem gosta, uma boa dica de leitura! Sem contar que a mensagem que ele transmite é linda!
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, tenho que ler!!!

    Bjs

    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bom?
    Nossa, esse livro parece muito emocionante! Nunca li nenhum livro que tratasse desse assunto e muito menos escrito por uma enfermeira. Acho que vou acabar lendo depois da sua resenha, não estou muito no clima para livros mais densos (é só impressão minha ou ele é denso mesmo?), mas achei a história tão diferente que com certeza vou comprar para quando estiver com vontade de ler um livro assim.
    E eu adorei a resenha, muito bem escrita!!

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, uma das coisas legais dele é que o tema é diferente! Não é sobre câncer - não totalmente -, mas também sobre um distúrbio pouco explorado! É denso, sim! É melhor você esperar.

      MUITO OBRIGADA!

      Excluir
  4. Oi Clara,
    Já havia lido resenhas positivas sobre este livro, mas a sua foi a que mais me tocou. Sei que a história não é fácil e os personagens devem ser realmente incríveis de conhecer, então, espero ler este livro em breve! Este tipo de assunto é sempre bom de ser lido, pois eu acredito que traga uma reflexão necessária para todos.
    Adorei sua resenha, ficou ótima!

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ká! Foi um ótimo livro mesmo! Ainda bem que você gostou da resenha!

      Excluir
  5. Este livro está sendo muito elogiado e eu não havia notado que trazia a bipolaridade, li um outro que abordou este tema, mas era mais adolescente, este aqui é mais adulto e quero conferir.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual foi o outro?

      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  6. Li a sinopse e gostei muito , ai meu Deus mais um para minha imensa lista de leitura.
    Parabéns pela resenha.
    Bjs
    http://meupassatempoblablabla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente pode tirar a esperança da lista parar de aumentar, haha!

      Excluir
  7. Esse livro parece ser tão forte e tocante. Sua palavras mexeram com a minha curiosidade e o tema me instigou ainda mais para querer lê-lo logo.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  8. Lindo, lindo! O tema é muito bom, ainda não tinha lido sobre o livro. Quero lê-lo também <3

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Acho que esse foi um dos livros mais lindos que já, muito emocionante e de partir o coração. Ele toca exatamente por isso, a proximidade com a realidade. O que aconteceu com esse casal, pode acontecer com qualquer pessoa. Perfeito!!

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  10. Clara são poucos livros desse gênero que eu leio, mas quando pego pra ler desejo que seja algo que me emocione e me toque. Pela sua resenha parece que encontrei isso em Dançando sobre cacos de vidro. Estou curioso para ler e saber mais sobre!

    ResponderExcluir
  11. Olá, boa noite ^-^
    Interessante esse livro. Parece uma boa história. Quero ler *---*
    Beijinhos

    ResponderExcluir

© Incantevole, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena